sexta-feira, 27 de abril de 2012

Maria da Abrilada


Tinham acordado que a primeira filha se chamaria Maria. Nasceu em Janeiro de 1976. A mãe foi peremptória:
- Vai-se chamar Maria de Abril. Foi na véspera do 1º de Maio que a concebemos. Lembras-te, Luís?
O pai, já um pouco desiludido com a revolução, respondeu:
- Qual Abril, qual nada, Julieta. Não quero a miúda ligada a uma revolução que vai fracassar.Vai chamar-se Nádia Maria
Algumas discussões depois chegaram a um consenso.Baptizaram-na Maria da Abrilada.
Há dias, a madrinha insistia com os pais. Estão a ver o que fizeram? Baptizaram-na de Abrilada e agora ela foi para o governo fazer jus ao nome.

5 comentários:

  1. Pois é, os pais têm de ter muito cuidado com os nomes que dão aos seus filhos... :)

    ResponderEliminar
  2. A diferença é que nesta Abrilada quem embarcou para França e sem ser a bordo de nenhuma Pérola foi o Sócrates, Ó Carlos.

    Bom fim de semana.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Ainda há a possibilidade de lhe mudar o nome no Crisma... ou isso já acabou??!!

    ResponderEliminar