quinta-feira, 7 de junho de 2012

Pré silly season

O período entre 15 de Julho e 31 de Agosto é conhecido, no hemisfério norte, por silly season.
Cada dois anos essa época é precedida pela seated season, período em que uma boa parte da humanidade fica, durante três ou quatro semanas, sentada no sofá da sala, de olhos cravados no televisor, expectante, à espera de ver "a bola anichar-se nas malhas".
Este ano a pré - época da silly season inicia-se amanhã e prolonga-se até dia 1 de Julho. Durante esse período aumentará o consumo de cerveja, pipocas, amendoins e similares, o que é bom para a economia. Não deixa de ser curioso que a economia se anime graças a uma bola que nada percebe de cotações da bolsa, índices Dow Jones, Defaults, ratings ou spreads... mas isso acontece por força dos adeptos que fazem girar várias indústrias correlativas.
Mas o que é afinal um adepto e como se comporta?
Amanhã, aqui estarei para responder a essas perguntas, com uma crónica sobre a vida de um adepto de futebol, durante os Europeus e Mundiais de Futebol.


7 comentários:

  1. Os adeptos da seleção esperam que esta vá longe e que ganhem o título.Sonham e parecem estar em campo com eles.
    Os não-adeptos (os mais silly) denigrem a seleção não lhe dando o benefício da dúvida. Já os dão como perdedores. Será inveja?

    ResponderEliminar
  2. Pelo menos, tenho a certeza que não vai ser a crónica da minha vida que o Carlos vai relatar. Virei ler.

    ResponderEliminar
  3. Silly season entra agora com a chatice do Europeu... (Sorry to say so...)

    ResponderEliminar
  4. Se for o adepto que estou a pensar, terei todo o gosto em sader...

    ResponderEliminar
  5. Pois bem, Carlos, eu adepta ferranha não vou ficar sentada no sofá!!!

    Cerveja, sim!

    Pipocas, amendoins, não!

    A partir de amanhã visto até ao final do campeonato a camisola do Ronaldo (lavo-a todas as noites ao chegar a casa), mesmo correndo o perigo de ser agredida no sábado durante o jogo com a Alemanha.

    Força PORTUGAL!!!

    ResponderEliminar
  6. Carlos,
    Francamente, prefiro que se fale de bola do que das mesmas m@#$%s que se fala todos os dias, há anos, sem quaisquer resultados.

    ResponderEliminar
  7. Já me sentei em tempos mas deixei-me disso::))

    ResponderEliminar