terça-feira, 31 de julho de 2012

Matraquilhos


Grandes torneios ao sábado à tarde no Palácio de Cristal e mais tarde na Feira Popular em Lisboa em vésperas de exames.
Em miúdo também tinha um pequenito para ir treinando mas, apesar disso. nunca fui grande mestre nesta arte futeboleira...

6 comentários:

  1. Carlos
    Eu já era casada e gravida com 16 aninhos,mas não deixava de sentir necessidade destas coisas da adolescência que saltei de criança para adulta, então eu e o meu falecido marido iamos jogar matraquilhos, na altura era com moedas de 2$50, mas faziamos chapas do tamanho das moedas e jogavamos horas. bom se o carlos me perguntar se sinto remorssos, claro que não, eram aquelas patifarias de putos. Durante muitos anos jogavamos e posemos o vicios nas filhas, chegamos a jogar os 4, ainda hoje gosto de jogar.
    Era isso e ao Snoker, mais a sério jogavamos bilhar, chegamos a entrar em torneios.


    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  2. Também adoro remexer no baú das recordações.

    Nunca soube jogar matraquilhos, talvez porque o futebol nunca me disse nadinha.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Nunca tive jeito para os matraquilhos, mas percebo que é uma queda nacional, o futebol de trazer por casa...

    ResponderEliminar
  4. Eheheh, costumo dizer que tenho um curso superior de matraquilhos! Fiz tantos anos de faculdade como de matrecos... que jogava por lá! Estou é destreinada... :)

    ResponderEliminar
  5. Nunca fui grande perita apesar de ter amigas mestres.

    ResponderEliminar
  6. Ainda hoje gosto de jogar.
    Já não se encontram muitos, mas ainda os há.

    ResponderEliminar