quinta-feira, 20 de setembro de 2012

As praças dos leitores (12)


"Nunca foi uma praça bonita, antes pelo contrário: era um enorme descampado, com muito trânsito a circular no pavimento de paralelepípedos existente, que convergia para o seu centro. Num dos lados, mais precisamente no enfiamento da vereda da foto, um polícia sinaleiro comandava a circulação automóvel e pedonal, no cimo de uma peanha, a gesticular aparatosamente com um apito na boca.

O único espaço ajardinado era este (que ainda hoje existe), mas desde miúda que me habituei a atravessar a praça para os outros extremos: para ir para a escola primária, visitar os meus avós, mais tarde para o liceu ou para apanhar o autocarro (ou boleia) para a faculdade... Ao longo de mais de duas décadas foi caminho que percorri quase diariamente, ponto de encontro e de desencontros sucessivos que relembram histórias antigas, daí ser a praça da minha vida!

Depois de inúmeras alterações ao seu traçado, ao longo dos anos, não beneficiou nada em termos de beleza, mas facto é que o escoamento de trânsito melhorou de forma significativa. Curiosamente, também nunca apelidei o local de praça - que é, pelo menos pós 25 de abril de 1974! - o seu nome original tem mais relação com o historial geográfico da zona..."
Este foi o texto de apresentação escolhido pela Teté para a fotografia que nos enviou. Lembro-me muito bem do sinaleiro ali. E vocês?
Já foram confirmar se acertaram na praça escolhida ontem pelo João

19 comentários:

  1. Acho que é Lisboa, ali para o Bairro Alto.

    Bom dia

    ResponderEliminar
  2. Bonita não é, mas o verde encanta-me.

    ResponderEliminar
  3. Acho o local muito aprazível, seja praça ou apenas jardim.

    Como não tenho certezas, direi que pode ser em Lisboa ou algures na periferia, quiçá Olivais...ou Amadora?:)

    ...Rui da Bica!!!

    Um beijo a ambos.

    PS. No João não vislumbro naaada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diria que não é tão aprazível como a imagem parece demonstrar, Janita

      Eliminar
  4. Não pode ser sempre, Janita ! eheheh
    A foto representa mais "memórias" que características speciais que a denunciem !
    Ainda se eu conhecesse profundamente Lisboa e arredores há 30 ou 40 anos ? ... pela descrição poderia chegar lá ! Assim é difícil . :)))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Rui! Você a falhar a primeira e eu a acertar em cheio na Cara lá da sua fonte pela primeira vez? Que grande coincidência :-)))

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Não me diga que também fomos vizinhos, Teresa!

      Eliminar
    2. A Teresa foi minha colega de turma no ciclo e no liceu, Carlos, de modo que era garantido que se ela passasse por aqui saberia a resposta... :)

      Eliminar
    3. Então confirma-se...a Teresa também foi nossa vizinha. O mundo é pequeno!

      Eliminar
  6. Ah... aquela vedação verde lá ao fundo não esconderá alguma vida selvagem? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era a única "pistazinha" possível, Luisa, e soubeste encontrá-la... :)))

      Eliminar
  7. Carlos
    penso que o link posto para o meu blog não está correcto.
    O URL do blog é http://www.wwwdejanito.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peço imensa desculpa, João. Na verdade enganei-me. Sorry!!!
      Vou corrigir e amanhã informarei os leitores.

      Eliminar