quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Tentarei ser breve


Por razões  alheias à minha vontade  terei de abandonar - por um período que espero seja breve-  a vossa companhia. As minhas desculpas.

8 comentários:

  1. Se a tua ausência fosse por vontade própria, seria indício de algo bom para ti e eu ficaria até contente...assim, fico apreensiva, Carlos!
    Oxalá não seja nada de grave e em breve possamos contar de novo contigo.
    Fazes falta, Carlos...Muita!!

    Muitos beijinhos e BOA SORTE.

    Janita

    ResponderEliminar
  2. O Carlos continua presente com a mordacidade das suas crónicas políticas, que não comento, mas que gosto muito de ler.

    Então, até breve!

    ResponderEliminar
  3. Cá o esperarei. Não demore, por favor!

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  4. Se é por não decisão própria, espero que o motivo não seja mau e que o meu amigo regresse depressa e bem.

    Um abraço com estima, Carlos.

    ResponderEliminar
  5. Tal como refere a Janita, também fiquei apreensiva. Que corra tudo pelo melhor, Carlos!

    ResponderEliminar
  6. Repito o que disse no Rochedo - espero que não seja nada de grave.

    ResponderEliminar
  7. Fazendo minhas as palavras já ditas, espero que o imprevisto não seja nada de grave!

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Cruzo os dedos para que volte logo e inteiro!

    ResponderEliminar