segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

E Barcelona aqui tão perto!

Às pessoas que me perguntam se uma vida repartida entre Lisboa e Barcelona não me faz confusão, nem me deixa extenuado, respondo apenas: Chega-se mais depressa de avião de Lisboa a Barcelona, do que a  Bragança por estrada ( hoje em dia, aliás, única forma de chegar à capital transmontana). 
Ninguém vai de Lisboa a Bragança em menos de 6 horas. Eu chego a Barcelona em duas, o que me permite, quando isso é preciso, sair de Lisboa pela manhã e estar  de regresso à noite.

10 comentários:

  1. Que "invejinha"! Quem me dera ter a vida repartida aqui e em Barclona, cidade que amo de paixão!!

    Petons, Carlos rrsss

    ResponderEliminar
  2. Um familiar meu trabalha em Madrid, não vai e vem todos os dias, mas a viagem também é mais rápida do que se viesse de Sintra para a Baixa de carro. E quem diz Sintra, diz Loures, por exemplo! :)

    ResponderEliminar
  3. Sortudo!!!

    Quem me dera dividir-me entre as duas...(cidades):):):)...

    Não tarda só de carroça!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. E como gostaria de emigrar para Barcelona. Das regiões mais desenvolvidas do país vizinho, uma cidade linda.

    Não sabes se empregos por lá?

    Engraçado, e nunca fui a Bragança, no meu país, por ser longe.
    Como tens razão!

    Umbeijinho

    ResponderEliminar
  5. Já pareces o meu filho a falar, Carlos!
    Vai a Madrid e vem, no mesmo dia e a Londres de um dia para o outro! Quando eu faço qualquer reparo sobre o cansaço que representam essas viagens, ele responde invariavelmente, que lhe custa mais viajar de Lisboa para aqui. Como vem a conduzir não pode fazer o que faz nas viagens de avião: trabalhar!! Imagina!

    ResponderEliminar
  6. Carlos em tempos cheguei a sair da Marinha Grande e ir tomar café a Lisboa na desportiva, mas a viagemera uma seca.
    assim dá até para ir almoçar a Baecelona!
    Não é muito dificil deperceber, o cansaço de conduzir também é considerado!
    Boa semana

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  7. Num pulinho, Carlos.
    Para atravessar o país é que é mais complicado.

    ResponderEliminar
  8. Não sabia dessa sua vida dupla :) Mas já lhe digo que tem muita sorte! Do pouco que vi na minha curta passagem por Barcelona ficou a vontade de regressar para ver o que não consegui ver e ter tempo de me perder nas ruelas da cidade do meu adorado Zafón.
    Um beijinho e boas viagens!

    ResponderEliminar
  9. E mesmo em trabalho ir a Barcelona é sempre um prazer!

    ResponderEliminar