quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Pena de Talião




De visita à ilha da Páscoa, um turista francês cortou um pedaço de orelha a um moai* para levar de recordação.
O edil local , de etnia rapanui, não esteve com meias medidas e propôs, como castigo, que fosse cortado um bocado da orelha ao turista.
Para sorte do cidadão francês, a lei dos rapanui não se aplica na ilha da Páscoa. Embora esteja preso e vá ser julgado, será a lei chilena que irá determinar a pena a aplicar a este turista fanático pelos “souvenirs”. Uma multa ( talvez uns dias de prisão) deverá ser a punição aplicada.
* As estátuas que se vêem na foto.

7 comentários:

  1. Verdade mesmo que o francês vandalizou um moai?!

    Sem palavras...

    Um abraço, Carlos

    ResponderEliminar
  2. Fiquei admirada, Carlos, que o idiota desta história não seja um alemão!!!

    ResponderEliminar
  3. Mas porque é que o pessoal tem a mania de mexer, e tirar bocadinhos? Só faltou puxar do canivete e gravar qualquer coisinha.

    ResponderEliminar
  4. Mas que exagero, Carlos!

    Olha lá se o turista se lembrasse de cortar um bocadinho, de algo que estivesse assim a modos que na direcção da cabeça dessa turista?? Livra!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Eheheh, pelo menos sem um bocado da orelha, ficava-lhe de "souvenir" para toda a vida... :)))

    ResponderEliminar
  6. Dá-me vontade de dizer que a cavalgadura merecia ficar sem a orelha mesmo!

    ResponderEliminar