quarta-feira, 20 de março de 2013

Aromas


Estou proibido de tomar café desde quarta-feira da semana passada. Os apreciadores de café sabem o que isso significa, especialmente para alguém como eu, habituado a beber quatro a cinco cafés por dia. Nessas circunstâncias, a privação assume proporções dantescas ( pronto, está bem, eu sei que os homens reagem assim sempre que estão doentes…)
É certo que nos primeiros dias, apesar das dores de cabeça, o desejo de um café era nenhum, mas desde domingo que  uma chávena de café povoa as minhas noites em sonhos e pesadelos.
Sou, normalmente, cumpridor das prescrições médicas mas esta manhã, durante um sonho em que um mazagran foi artista convidado, acordei com um incessante salivar e não resisti. Levantei-me e fui fazer um café com os rituais a que me habituei, para acompanhar o pequeno almoço.
Embora ande a comer pouco, os aromas provenientes do balão despertaram-me o apetite e comi mais do que o habitual. Não pensem que me alambazei em café. Bebi apenas uma chávena pequena. Como as que nos servem em restaurantes e pastelarias e com a vantagem de não ser “expresso”.
Enquanto sorvia o café em pequenos goles inspirava, deliciado, os aromas que inundavam a cozinha.
Não tinham ainda passado cinco minutos, quando os efeitos da transgressão se fizeram sentir e o café fez o percurso inverso à entrada, espojando-se na sanita.
Pronto, estou convencido. Os médicos têm sempre razão e, durante uns tempos, vou contentar-me em aspirar o aroma do café. Sou um cafeinodependente!

32 comentários:

  1. Amigo, sei o quanto te está a custar, pois também adoro café!!!!

    Abraço muito solidário, rrss

    ResponderEliminar
  2. Também não posso beber café. O meu coração dispara.

    só te posso consolar ao assegurar-te que todas as privações e vicios se curam.

    É uma questão de tempo e vontade.

    beijinho e experimenta o chá, mas não o preto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já bebo chá preto e também mate ( mas este só nos dias frios).
      Espero dentro de algum tempo voltar ao café...
      Beijinho

      Eliminar
  3. Ora aí está a razão porque não bebo café há anos: nem precisava de estar doente, para o café ter esse poderoso efeito sobre os intestinos. E com muita pena minha deixei de o beber, ou só muito raramente. As pessoas queixam-se muito do efeito da cafeina, de não dormirem após o café, até de palpitações devido ao estimulante, mas o efeito que o café produz em mim é só a nível intestinal. Desagradável, quando se está fora de casa... :)

    Ah, para "acordar" o chá preto serve muito melhor! E não tem efeitos secundários... :)))

    Beijocas e continuação das melhoras, sem mais tentações! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao pequeno almoço bebo sempre chá preto, mas hoje não resisti ao café (:-
      Nos dias frios bebo bastante mate ( um vício que apanhei na Argentina) seguindo todos os rituais.
      Obrigado.Apesar de tudo já estou quase bom, Teté, e em breve espero voltar a cair em tentação:-).
      Beijocas

      Eliminar
  4. Não há coisa tão gostosa como o café, é verdade!
    Mas há coisas piores do que não o beber :)
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Há anos que o substitui por descafeínado habituei-me e até já gosto muito.
    O chá preto ainda é mais forte e poderoso do que o café tira-me o sono!
    As melhoras rápidas.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O descafeinado não me satisfaz nem um bocadinho, papoila!
      Já estou quase bom, obrigado.

      Eliminar
  6. Também sou dependente...

    Agora, vais ter que ficar dependente de um chá de camomila, cidreira ou menta...é só escolheres!

    Beijinhos e as melhoras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chá para mim é preto, ou mate à moda argentina, Elisa. Camomila só em circunstâncias muito especiais e de menta nem vê-lo! Provoca-me o mesmo efeito que o café desta manhã... ma agora já estou quase bem outra vez.
      Beijinhos
      Como está o teu pai?

      Eliminar
  7. Nunca bebi assim tantos cafés por dia... mas também tive que reduzir a dose. Em todo o caso, com mais ou menos café o que importa são as suas rápidas melhoras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As melhoras são visíveis, felizmente, Luísa. O café é que me faz falta (:-

      Eliminar
  8. Oi Carlos!
    Estimo melhoras.
    Quanto ao café, gosto, todavia não me faz falta. Sou apaixonada mesmo é pelo aroma.
    Abraços da terra do café.

    ResponderEliminar
  9. Olá Carlos

    Obrigada pelo carinho.
    O meu pai ainda está internado.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Café?
    Dois por dia, não são expressos, e chega.
    Já foram ......doze!!
    Devia andar doido!
    As melhoras.
    Aquele abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu que já cheguei a beber 8/10 a pensar que era um exagerado, Pedro!
      Abraço

      Eliminar
  11. Não passo sem um café a seguir ao almoço e jantar. Mas são os únicos, no dia.
    Desconhecia esses efeitos secundários intestinais, pois nunca os senti e quanto ao sono há muitas outras coisa que me tiram o sono mais do que o café...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os efeitos secundários ( em mim) foram provocados pela gastroenterite e quanto a tirar o sono, estou como tu, João. Há outras coisas que me tiram o sono, mas o café, só se o tomar depois da meia noite. E mesmo assim...

      Eliminar
  12. as melhoras.
    não sou viciada, mas para acordar, não há melhor que um expresso no café nicola da estação. não tem o mesmo sabor, um café tirado em casa e o café da máquina e naquelas chávenas.
    em casa, estrago o café, gosto de abatanado :( ou de café americano, ou seja, não passa de chá de café e dura-me bastante tempo na caneca, enquanto leio.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto mais do café feito em casa ( em balão), Margarida. Tem mais aroma e sabe mais a café.
      É que para mim, café tem de saber a café mesmo, por isso nem açúcar ponho
      Beijinho

      Eliminar
  13. Hoje, só após o almoço e mais nada ! Já fui dependente ! :)))
    Certo dia, ou melhor, noite, tive que me levantar às 2 da madrugada para ir tomar o café que não tinha tomado ao jantar ! Não conseguia adormecer a pensar nisso ! rsrsrs
    Calculo como lhe deve custar ! eheheh

    Abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, uma cena dessas nunca me aconteceu, Rui!
      Custa muito, custa, mas espero que não tenha dde me privar durante muito mais tempo. Pelo menos dois por dia tem de ser.:-))

      Eliminar
  14. O café não tem qualquer efeito sobre mim. Nem para bem, nem para mal. Não me doi a cabeça se não bebo, e durmo como um anjo ainda que beba café depois de jantar. Habituei-me a beber café em sociedade. Não saio para ir tomar café, a não ser que haja conversa envolvida. Mas gosto de estar em casa com uma caneca de café, a ler ou a ver TV. O café para mim representa conforto, calor, tranquilidade. Faz-me confusão as pessoas que saem do metro e pedem uma bica ali mesmo naqueles quiosques. Bebem de pé, à pressa...não entendo. Mas cada um sabe de si, claro.

    Quando o deixarem voltar ao café, dou-lhe a morada de uma coffee shop aqui perto do escritório onde pode degustar um café de S. Tomé acompanhado de um chocolate 75% cacau (de S. Tomé, também) com sabor a gengibre ou laranja. É óptimo.
    Beijinhos e as melhoras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Safira, seja boazinha e não me faça sofrer mais! Diga lá onde fica essa maravilha! As minhas papilas gustativas já estão aos saltos...

      Eliminar
    2. Mas promete que só vai quando estiver 'liberado' pelo senhor doutor, sim? Então vá, aqui fica o link. Depois diga-me se gostou :)

      Beijinhos
      http://www.claudiocorallo.com/index.php?option=com_content&task=view&id=46&Itemid

      Eliminar
    3. Prometido! Vou meter uma cunha ao médico.
      Obrigado
      Beijinhos e bom fds

      Eliminar
  15. Também sou um bocadinho cafeinodependente por isso imagino como deve ser terrível. As melhoras e espero que rapidamente dê para voltar a beber café!

    ResponderEliminar
  16. Já estou quase fino, Gabi, obrigado. Este fds vou experimentar outra vez o café, para ver como o organismo reaje.
    Beijinho e bom fds

    ResponderEliminar