sábado, 13 de abril de 2013

Pensamento do dia


" Por que será que não nos custa nada acreditar na ruindade, na crueldade e no horror do mundo, mas quando falamos de bons sentimentos imediatamente se nos desenha um ricto irónico na cara e os consideramos umas patetices?"

( Rosa Montero in "Instruções para Salvar o Mundo")

9 comentários:

  1. Um mistério por esclarecer, sem dúvida! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  2. Olha, Carlos, realmente precisamos nos policiar o tempo todo, pois torna-se um vício esta apologia ao mau.
    A inveja, por exemplo: É tão simples refletirmos, para transformá-la em admiração. Com inveja, desejamos que o outro caia, e caímos nós. Com a admiração desejamos que o outro se eleve, e nos elevamos junto, espelhando seus atos.

    Excelente domingo.

    ResponderEliminar
  3. ...porque vivemos num mundo comandado por loucos!Um mundo estranho!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. A mim não me custa nada acreditar na ruindade, na crueldade e no horror do mundo, porque eu faço parte desse mundo. Ou, mais precisamente, eu sou um dos membros desse mundo cruel e horroroso.
    Salvar o mundo não faz parte da minha missão nesta vida, nem numa outra.

    ResponderEliminar
  5. Teremos medo dos bons sentimentos? :)

    ResponderEliminar
  6. Boa reflexão e até poderá ser um mistério, mas de facto eu não tenho qualquer dificuldade em acreditar na crueldade do mundo, apenas porque vivo nele e assisto de plateia ao horror que vivo a cada dia, mas não sou ninguém para poder salvar seja o que fôr, resta-me manter os meus valores morais e transmiti-los ao meus netos e filhotas.
    bom fim de semana Carlos

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  7. Acho que há um pouco de exagero na afirmação...

    Bom domingo, amigo meu

    ResponderEliminar
  8. É mesmo para reflectir, mas da minha parte não tenho dúvidas em acreditar na bondade, se falar-mos das provas que têm de me dar aí já outro assunto.

    Por norma questiona bastante a veracidade de determinadas coisas, seja bom ou seja ruim.

    Claro que, avancemos por um exemplo prático, se ouvir ou ler que algum politico fez algo de bom, rio-me mordazmente, assim logo em primeira instância mas depois tenho curiosidade em ir saber se é verdade :)

    ResponderEliminar