segunda-feira, 13 de maio de 2013

Regresso com dor



Com a vesícula a gemer, fruto de excessos gastronómicos durante duas semanas, assim que cheguei vim refugiar-me no Rochedo. O dia de ontem estava lindo, mas ao final da tarde uma mancha negra no horizonte preconizava o regresso de dias cinzentos.
Ancorado no Rochedo resolvi pôr-me em dia com o País. Péssima opção. Em cada página lia coisas que provocavam a irritação da senhora vesícula.
Chá de hipericão e abstinência de café e bebidas alcoólicas, acompanhadas de peixe fresco grelhado à vista, costumam ser receita milagrosa mas, mais de 24 horas passadas, ainda não há sinais de acalmia. Amanhã espero estar como novo, poder visitar-vos com calma e escrever sobre estas duas semanas. Começando pela aventura da chegada a Lisboa, quando o Porto-Benfica estava quase, quase, a terminar!

8 comentários:

  1. :) Há vesículas muito chatas. E excessivamente sensíveis..

    ResponderEliminar
  2. É melhor ires ao médico.

    Um beijinho para as melhoras.

    ResponderEliminar
  3. O funcionamento do fígado e da vesícula está relacionado com a parte emotiva das pessoas. Carlos, mande a política às urtigas aproveite as viagens que tem oportunidade de ir fazendo e vai ver que tudo melhora!!!!
    xx

    ResponderEliminar
  4. As melhoras, Carlos.
    E o que a papoila escreve é inteiramente verdade.
    O nervoso miudinho está a dar cabo do resto.

    ResponderEliminar

  5. Cholagutt meu amigo... para mim é o que melhor funciona!
    Já para as outras crises de vesícula que normalmente nos dão azia (e sim, falo de futebol) para isso é que já nem orando a Jesus se resolvem!

    :)

    Bom regresso... e as tuas rápidas melhoras!
    Healing kisses
    (^^)

    ResponderEliminar
  6. Penso que o melhor título para esta crónica-lamento seria "O Regresso do Condor".:)

    Estimo as melhoras e pergunto-me: afinal de que te serviram as férias, CBO?
    Espero que não venha por aí nenhuma descarga de bílis e que não tenhas perdido de vez o sentido de humor.:)

    ResponderEliminar