sexta-feira, 3 de maio de 2013

RM (11) Ascensão de Salazar e fim da belle époque



Em Portugal, o golpe de 26 de Maio desencadeado por Gomes da Costa,em Braga, e Mendes Cabeçadas, em Lisboa, anuncia o estertor da I República e a instalação de uma ditadura militar.
No ano seguinte, Lindbergh faz a primeira travessia solitária do Atlântico, pilotando o lendário Spirit of St.Louis. De Nova Iorque a Paris, sem escala, o voo dura cerca de 35 horas.
Pela Europa, com as revoltas operárias em Viena, nasce a “Viena Vermelha”, um laboratório experimental da construção socialista, que tem como emblema o bloco residencial Karl Marx.
Uma das mais importantes descobertas do século dá-se no ano em que Estaline chega ao poder na Rússia.(1928). Fruto de uma coincidência, que serve de consolação para os desarrumados, Alexander Fleming descobre acidentalmente a penicilina, que revolucionará o mundo dos medicamentos. Ainda nesse ano Schick patenteia a primeira máquina de barbear eléctrica, que acaba com os cortes matinais, e é inventado o computador diferencial.
Os loucos anos 20 vão acabar mal. Enquanto em Portugal Salazar chegava ao poder como ministro das Finanças, Hirohito era coroado imperador do Japão. Nem o “nascimento” doRato Mickey será suficiente para amenizar a crise que se irá instalar no ano seguinte. Nesta altura, o mundo ocidental era já uma encenação da “Ópera dos Três Vinténs” de Bertolt Brecht, que nesse ano se estreia na Alemanha. No início de 1929, depois de Hergé dar a conhecer Tintim, dá-se o massacre do dia de S. Valentim, perpetrado pelos homens de Al Capone, o dono do jogo, do álcool e da prostituição. 
Em Outubro, com o Cotton Club a viver o grande sucesso de Duke Ellington, e o mundo rendido ao yo- yo, Nova Iorque entra em pânico com o crash financeiro de Wall Street. Dezenas de pessoas suicidam-se e o crescimento acelerado da economia americana sofre um forte revés, com repercussões no mundo inteiro. O desemprego e a pobreza eram mais do que uma ameaça. Mas " the show must go on" e Hollywood atribui nesse ano, pela primeira vez, os seus Óscares da Academia. Alguns dos convidados chegam ao recinto ostentando a última invenção da moda : o guarda chuva.

4 comentários:

  1. Agradeço mais uma lição bem interessante de História.

    Bem hajas, Carlos, e que estejas bem!

    ResponderEliminar
  2. E estamos a viver uma espécie de segundo "crash", nos tempos que correm...

    ResponderEliminar
  3. Gostei de ler e conhecer, obrigado.
    bom domingo Carlos, espero que a sua mãe esteja melhor.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  4. Tenho aprendido e muito com estas crónicas!

    Obrigada por teres voltado a publicá-las.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar