terça-feira, 4 de junho de 2013

RM 28- West Side Story: nem todos foram felizes para sempre...



As preocupações ambientais começam a fazer-se sentir. A Grã Bretanha aprova em 1956 o Clean Air Act, que proibe o aquecimento a carvão, e confere às autarquias poderes para criarem zonas livres de fumo. Estas medidas surgem na sequência da morte de 2000 pessoas em Londres, em 1952, quando a capital inglesa esteve sob um intenso smog durante 10 dias.
Mas se em Inglaterrra Alec Guiness punha o país a rir com “ O Quinteto Era de Cordas”, por cá havia poucos motivos para sorrir. As preocupações não são ambientais, mas sim políticas. É preciso continuar a reprimir para que “o povo seja feliz”, por isso Salazar reforça os poderes da PIDE, no mesmo ano em que é criada a Fundação Gulbenkian.
Os contos de fadas têm uma nova versão, proveniente do Mónaco, mas esta é bem real. A plebeia Grace Kelly casa com o príncipe Rainier III, mas não serão felizes para sempre. Um acidente de automóvel provoca a morte da princesa e a história não acaba com um final feliz.
Da união tinham entretanto nascido três princesas que provocariam escândalos e as delícias da imprensa “fofoqueira”.
Ali mesmo ao lado, em Basileia, a catalã Montserrat Caballé conhece o seu primeiro êxito, com a ópera “La Bohème”
Nos EUA apresenta-se “My Fair Lady” e acaba, no papel, a segregação racial nos transportes públicos, mas vai demorar ainda alguns anos até que a decisão do Supremo Tribunal de Washington seja cumprida.
Para Leste, depois de denunciar os crimes de Estaline, Kruschev não lhe quer ficar atrás e manda o Exército Vermelho esmagar a revolta popular húngara, cortando quaisquer veleidades democráticas de Budapeste.
Inglaterra e França procuram, no Suez, recuperar velhos hábitos coloniais, mas as Nações Unidas, cuja voz ainda era respeitada, corta cerce quaisquer veleidades saudosistas.
Em 1957, quando Elvis Presley já arrastava atrás de si um elevado número de fãs, era inventado o gravador de video e a URSS espantava o mundo com o lançamento do Sputnik, quebrando as tréguas na luta pela conquista do espaço. Uma cadela torna-se a primeira astronauta e o seu nome fica na História: Laika.
Eisenhower é autorizado, pelo Congresso, a intervir militarmente no Médio Oriente. Curiosamente, nesse ano Henry Fonda chega às salas de cinema acompanhado de “Doze Homens em Fúria”. Os jovens são aplacados com “ outras fitas: “West Side Story” torna-se num dos maiores êxitos musicais de todos os tempos.
“O Grande Salto em Frente” de Mao é que se revela um rotundo fracasso.
Neste ano nasce a CEE, constituída pela RFA, Itália, França, Bélgica, Holanda e Luxemburgo.
A Europa percebe que é na união que pode construir a Paz, mas algumas décadas depois os seus líderes vão esquecer os ensinamentos dos fundadores da UE e desdenhar dos seus esforços para pacificar a Europa e a tornar num continente próspero e socialmente justo, que sirva de exemplo ao mundo.

5 comentários:

  1. Mais uma interessante lição de História.

    Adoro a banda musical de "West Side Story", mas Leonard Bernestein foi muito criticado.

    GRace e Rainier já eram infelizes antes do acidente, que nunca foi lá muito bem explicado.

    Três princesas? Estás a incluir Alberto, cujo casamento de fachada, deve ser infernal para a desgraçada da sul-africana?

    Fica bem, amigo.

    ResponderEliminar
  2. "La Bohème”,“My Fair Lady”e o famoso “West Side Story” ,tornaram-se imortais!

    Duas princesas...Carolina e Stépfanie.

    Nunca ninguém é feliz para sempre!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Hummm! My Fair Lady e West Side Story! os meus musicais super preferidos. Juntamente com Jesus Christ Superstar. Já os vi vezes e vezes sem conto!

    ResponderEliminar
  4. West Syde Story o filme mais entusiasmante que vi até então, e ainda por cima em 70 mm...
    Gostei das "três princesas"; até havia uma anedota sobre esse assunto.

    ResponderEliminar
  5. Foi um tempo de sonhos, Carlos.
    Muitos deles entretanto estilhaçados ou em vias disso :(

    ResponderEliminar