terça-feira, 16 de julho de 2013

Já não há canções de amor? (5)



Nos meus verões de infância e adolescência a Europa ainda  não se deixara colonizar pela música anglo-saxónica ( quer dizer, se fosse só a música não estaríamos mal de todo...) as rádios passavam muita música europeia e a música francesa e italiana dominava os tops. A nossa referência musical era a Salut Les copains e as nossas estrelas davam pelo nome de Françoise Hardy, Sylvie Vartan, Adamo, Johny Haliday, Domenico Modugno ou Gianni Morandi Hoje, lembrei-me desta sardenta italiana que fez derreter muitos corações. Principalmente o seu suceso hiper romântico " Come te non c'é nessuno"
 Canção lançada em 1963, "Cuore" foi outro estrondoso sucesso desta italiana. Por se comemorar agora o seu cinquentenário, é essa a canção que aqui vos deixo.
Quanto a Rita Pavone, comemora este ano 68 primaveras. Vejam só como o tempo a mudou, neste apontamento retirado do You tube, de 2008. Tinha então 63 anos.

5 comentários:


  1. Conheço a Rita Pavone sobretudo de nome. É um nome que recordo da minha infância e do tal tempo em que a música francesa e italiana dominavam o panorama musical nas rádios.
    Mas curiosamente, não me consigo lembrar de nenhuma canção dela.
    Vou passar pelo Youtube e tentar encontrar alguma melodia conhecida, já que esta "doesn't ring the bell"!


    Tanti bacci per te
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Lembro-me bem de todos esses nomes e da Rita Pavone, desta música não me lembro! Na lista esqueceste de enunciar Gilbert Bécaud, que vinha cá muitas vezes para espetáculos de misses, ou outros do género, para cantar nos intervalos. E nunca mais saía do palco, disso lembro-me bem... :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar

  3. Naquele tempo ainda havia. :))
    Desta não me lembro. :(

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  4. Conheço a Rita mas esta música não!
    E o Aznavour????
    xx

    ResponderEliminar