sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Já não há canções de amor (26)

Isto das canções de amor francesas é como as cerejas. Puxa-se por uma e vêm logo meia dúzia seguidas. Depois, o difícil é parar...
Esta dedico-a especialmente ao amigo Kim, com votos de rápidas melhoras.

11 comentários:

  1. Mas que tem o Kim? Sei que perdeu um amigo querido e que , no momento, está longe e desconheço o resto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num comentário que aqui deixou há dias, dizia ter um tumor no cérebro, São.
      Dedico-lhe esta canção, porque sempre o ligo às suas histórias deliciosas sobre Paris.

      Eliminar
  2. Carlos
    Bonito gesto!
    Esperemos que o Kim recupere rápidamente (parece que é benigno)
    Abraços para si e para o Kim.
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  3. Esta canção é a ideal para o nosso querido Kim.

    Tenho esperança que o tumor seja benigno.

    Um abração para ambos.

    ResponderEliminar
  4. Adoro a canção...como todas as canções francesas dos "meus" anos 60.

    Um abraço apertadinho para o Kim .

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Oh, então o Kim está menos bem...eu também lhe dedico esta música e o desejo que se recupere deste susto e que regresse em força com as suas divertidas histórias.
    xx

    ResponderEliminar
  6. Junto a minha à sua e às outras vozes, na dedicatória ao Kim! Espero que não passe de um susto e que recupere dentro em breve.

    Beijinhos para ambos!

    ResponderEliminar
  7. Não conheço o Kim, mas sou solidário, claro...

    ResponderEliminar