terça-feira, 13 de agosto de 2013

Teresinha


"Maria Bethânia é e sempre foi uma das minhas cantoras brasileiras preferidas. Lembro-me de uma das poucas "discussões" que tive com o meu avô ser sobre ela: segundo ele, a artista era tão feia, que devia ser proibida de cantar. Por essa ocasião ele já era velhote e viúvo, estava mais amargo do que sempre o conheci(...)"
É assim que começa a história com que a Teté respondeu ao meu desafio. Mais uma bela história sobre amores  que podem continuar a ler aqui

8 comentários:

  1. Gosto da cantora e já deixara comentário na Teté.

    Bons sonhos, amigo mio.

    ResponderEliminar
  2. Também já a ouvi na Teté. Mas ouço-a aqui de novo. :)

    ResponderEliminar
  3. Nunca liguei muito ao rosto de Bethânia, mas sim à sua inconfundível voz.

    Ai os homens!!!...o exterior está sempre em primeiro lugar...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. É sempre um prazer participar nos seus desafios, CARLOS! Se bem que desta vez não tivesse bem a certeza se a história se coadunaria... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, Carlos!!!

      Como quero ter uma vez mais esse prazer, vou tentar participar, mesmo que a minha história tenha uma perspectiva ainda mais diferente do que a da Teté, da qual muito gostei.

      Beijinhos da amiga de longe!

      Eliminar
  5. Também já tinha lido no blogue da Teté

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia esta canção da Maria Bethânia.

    A Teresinha sou eu, e o "terceiro" faz-me lembrar o meu "Kraut", quando nos conhecemos e eu queria "não".

    ResponderEliminar