quinta-feira, 3 de outubro de 2013

RM 45: Do E.T.a Tomás Taveira




Em 1982, um extra-terrestre deixa o mundo com uma lágrima ao canto do olho: ET é o último sucesso de Spielberg. A sociedade de consumo vai explorar o pequeno alienígena até à exaustão e não há lar que não tenha uma réplica. O cinema não vive, porém, refugiado na ficção.Claude Chabrol e Martin Scorcese, emprestam aos seus filmes uma forte crítica à época.
Os consumidores preferem perseguir o sonho, refugiando-se na ficção do prazer consumista, transportando para as salas de cinema a sua preferência para o género. Começou a fuga em frente. “ Não queremos a realidade, queremos o sonho!”- proclamam. Será feita a sua vontade!
A revista "Time" dá nas vistas ao eleger como "Homem do Ano" o PC (computador pessoal). A comunidade yuppie rejubila e os restantes seres do Planeta, numa tentativa de interpretar a escolha, mergulham na leitura de "As Brumas de Avalon".
No meio de uma greve geral, o país vai com Fausto "Por Este Rio Acima", enquanto em Fátima um Padre Krohn tenta assassinar o Papa, e a RTP exibe a primeira telenovela portuguesa: Vila Faia.
Umas ilhas perdidas no meio do Atlântico são a causa de uma guerra entre a Argentina e a Inglaterra. Quando a guerra começou, a imprensa chamava-lhes “Ilhas Malvinas”, mas com a vitória da Inglaterra, passam a ser conhecidas por “Falkland”. Do mal o menos... a Argentina perde umas ilhas, mas vê-se livre de uma ditadura militar que deixou o país manchado por uma torrente de sangue.
Gabriel Garcia Marquez é galardoado com o Prémio Nobel da literatura e, em Veneza, o Leão de Ouro vai para Wim Wenders com o filme “ O Estado das Coisas”. Que não é nada bom, diga-se de passagem:o desenvolvimento industrial faz agonizar a floresta em toda a Europa Central.
No rectângulo, o movimento ecologista tem um nome: os Verdes. Mas a sociedade de consumo está imparável, por isso é publicada, finalmente a Lei de Defesa dos Consumidores. Tomás Taveira responde com o projecto da primeira catedral de consumo em Portugal. Irá chamar-se Amoreiras e motivará a organização de excursões de consumidores sedentos provenientes de todo o país e da vizinha Espanha. Isso, porém, só ocorrerá uns anos mais tarde.

2 comentários:

  1. Gabriel Garcia Marquez é galardoado com o Prémio Nobel da literatura
    Finalmente, diria eu.
    O meu escritor favorito.
    Leio, releio, não cansa.

    ResponderEliminar
  2. O Nobel atribuído a Gabriel Garcia Marquez, o acontecimento de maior vulto, mesmo não sendo o meu escritor favorito.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar