quinta-feira, 10 de outubro de 2013

RM 50: A Grande Nuvem de Magalhães traz a boa nova


Em 1987, na URSS , para além de "perestroika" já se fala em "glasnost". Um jovem alemão zomba da segurança soviética e, de surpresa, aterra em plena Praça Vermelha numa pequena avioneta. Sente-se que o Muro de Berlim está a ceder.
Os astrónomos observam, maravilhados, a supernova “Grande Nuvem de Magalhães”, mas não descortinam que, por trás dela, se esconde um dragão que vai alardear a sua classe pelo mundo.
A fibra óptica vai revolucionar o mundo da informação e a cultura de massas vai abrir mercados que se pensavam inatingíveis.
Melhor fora que o preço dos sintetizadores e sequenciadores não tivesse baixado e tudo tivesse ficado como dantes. Esta redução deu azo ao aparecimento da música "techno" ou "acid" que torna a vida insuportável nas discotecas. Os ídolos musicais da juventude deixam de se parecer com os primos e primas das nossa amigas e assumem um aspecto andróide, de filmes de ficção. Já não dá gozo ir a uma discoteca, ou acima dos 30 anos começa a terceira idade? Os yuppies que respondam.
Portugal vive em plena euforia bolsista. Os portugueses aprendem a conviver com OPV's e OPA's. Cavaco Silva avisa para os riscos do jogo da Bolsa, com a metáfora do "gato por lebre". Mas os portugueses estão delirantes com os lucros e uma grande parte deles faz ouvidos de mercador. Arrepender-se-ão dias mais tarde quando virem Wall Street em pânico, com a descida de 508 pontos de índice Dow Jones e de 719 pontos do seu homólogo nipónico Nikei, e as suas acções cairem aos trambolhões. A quinta-feira negra de 1929 não se repete, mas fica um sério aviso.
As rádios "piratas" florescem em Portugal o que acicata alguns a criarem televisões clandestinas. Mas a TV movimenta milhões, é um negócio em alta com um poderio crescente, e não há contemplações por parte das autoridades. Que a TV privada vem a caminho, ninguém duvida, mas não chegará a tempo de mostrar Cicciolina a exibir os seios em plena AR. A medicina continua a dar cartas com a primeira transplantação de medula. Para a doença de José Afonso, que morre nesse ano, é que ainda não há cura.
Os hipermercados são a nova sala de visitas domingueira dos portugueses que não querem perder, ao fim de semana, o hábito dos engarrafamentos de trânsito. A festa do consumo já chegou e os portugueses divertem-se.
A norte a euforia é mais diversificada. O FC do Porto sagra-se campeão europeu em Maio e campeão do mundo em Dezembro e a cidade sai à rua para festejar. Acaba de nascer um Dragão que veste de azul e branco..

4 comentários:

  1. A fibra óptica transformou as nossas vidas, de uma forma que em 1987 ainda não era possível imaginar...

    ResponderEliminar
  2. Olá, Carlos!
    Me lembro de várias coisas desta sua retrospectiva... aquela história da avioneta rendeu!
    Quando estamos familiarizados com tantos fatos, é porque passamos dos 30 anos? Fiquei com saudades daquelas mercearias cheias de sacas e um corredorzinho rumo ao balcão.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Despertas e bem as minhas memórias.

    Ahhhhhhhhhhhhh...detesto hipermercados. Podendo, vou a mercearias.
    Sou antiquada,,,sei disso!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. O FC do Porto sagra-se campeão europeu em Maio e campeão do mundo em Dezembro e a cidade sai à rua para festejar. Acaba de nascer um Dragão que veste de azul e branco..

    BIBÓ PUORTO carago!!!!

    ResponderEliminar