quarta-feira, 16 de outubro de 2013

RM 53: Sexo Mentiras e Video ao ritmo da Lambada



Gorbatchev é recebido triunfalmente em Pequim, mas meses depois a CNN mostra as primeiras cenas do massacre de Tiananmen. O PC chinês não tolera que ameacem a sua autoridade e impõe a sua força de forma bárbara.
 O ocidente reage com indignação, mas poucas semanas depois corre para Pequim a beijar a mão a Deng Xiao Ping e a oferecer os seus produtos. A Internacional Consumista, não pode desprezar o mercado chinês...
Um novo nome torna-se familiar na cena mundial: Bush (pai) é presidente dos EUA, iniciando uma dinastia de gente sem escrúpulos. Quando no século XXI o filho tomar as rédeas do mundo, o pai até vai parecer bom rapaz, quando o filho  manchar o nome dos EUA durante décadas, carregando a culpa de ter incendiado o planeta à custa de uma mentira.
Um estudo americano revela que a camada de ozono se encontra ameaçada nos pólos Norte e Sul, mas a cruzada consumista continua imparável, por isso é sem espanto que se assiste a mais um desastre ecológico de grandes proporções. Desta vez, o protagonista é o petroleiro Exon Valdez, que derrama 42 mil toneladas de petróleo no Alasca.
Entretanto, começa a falar-se que em Inglaterra e na Holanda as vacas estão a ficar loucas. O povo ri perante a hipótese “fantasmagórica” e em Portugal um ministro da Agricultura assume-se como D.Pedro dos tempos modernos. Irado com os que avançaram com a hipótese, mas incapaz de lhes comer as entranhas, rói os miolos das vacas diante das câmaras de televisão.
A costa alentejana também é atingida por uma maré negra, enquanto o mundo dança nas discotecas ao ritmo da Lambada.
O telemóvel chega a Portugal e os portugueses lêem a "Crónica do Rei Pasmado". O novo aparelho é muito caro, apenas ao alcance de bolsas mais abonadas. Mas não tardará que se transforme numa praga e um restaurante lisboeta afixe à porta: "Proibida a entrada a cães e a telemóveis".
O filme de Steven Soderbergh “Sexo Mentiras e Video” é uma alegoria à vida no final da década, sendo premiado em Cannes com a Palma de Ouro. É que nesse mesmo ano, quatro irlandeses que tinham sido condenados em 1975 a prisão perpétua por alegado envolvimento em ataques terroristas do IRA são declarados inocentes. O Governo britânico lava as mãos pagando uma indemnização de 50 milhões de libras, pelos 14 anos de prisão indevida. O juiz, lorde Lane, continuou a dormir descansado o sono da impunidade pelos erros judiciários. Na sociedade de consumo só há condenação para os fracos.
A década seguinte irá demonstrá-lo à saciedade.

5 comentários:

  1. eu, tinha uma Cassete da Lambada e passava a vida a ouvir... a lambada e os Onda Choque.
    A cassete já é um objecto de museu! Quem diria?

    ResponderEliminar
  2. "O filme de Steven Soderbergh “Sexo Mentiras e Video” é uma alegoria à vida no final da década, sendo premiado em Cannes com a Palma de Ouro"

    Inesquecível!
    Vi, revi, voltei a ver.
    Nunca cansa!

    ResponderEliminar
  3. A história devia ensinar-nos...

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Dancei muitas vezes a Lambada lolololololololol

    Por um instante, que um dia foi Rei :D

    ResponderEliminar
  5. ...e continuará!
    Quem dos nossos "vampiros" já foi condenado???

    Ahhhhh...comprei o 1-º telemóvel(enorme) em 1990 para a minha filha , quando foi para a UBI tirar comunicação social.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar