sábado, 2 de novembro de 2013

Coisas da vida...


8 comentários:


  1. C'est vrais!

    O tempo encarrega-se de nos mostrar que os nossos pais, em maior parte das coisas, estavam certos! Mas ainda hoje, com o meu filho já crescido, não lhes dou razão em tudo.


    Beijinhos "transgeracionais"
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Certinho!

    Passa de geração em geração!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Na realidade é isso que acontece na vida real, mas eu também, nem sempre estive de acordo com eles.e os meus filhos são adultos feitos, como soy dizer-se.

    ResponderEliminar
  4. A minhã não estava certa em tudo.
    Ela sempre me disse que eu me ía arrepender de vir para a Alemanha e eu NUNCA me arrependi!!!

    Evito dizer às minhas filhas (filho também) o que está certo ou o que está errado, porque eu própria não o sei.

    ResponderEliminar
  5. Creio que vem a propósito :
    Aos 7 anos –O meu pai sabe tudo! É o maior pai do mundo !
    Aos 14 – O meu pai está desactualizado.
    Aos 21 – O meu pai está muito atrasado. Não é desta época !
    Aos 28 – O meu pai está completamente caduco !
    Aos 35 – Com os meus conhecimentos, o meu pai seria hoje milionário !
    Aos 43 - Sou capaz de consultar o “velhote”. Afinal, ele sempre me aconselhou bem !
    Aos 50 - Que pena o meu pai ter morrido. Tinha ideias notáveis !
    Aos 57 - Que saudades do meu pai ! Ele era um sábio ! Como lastimo tê-lo compreendido tão tarde !

    :))))) ... Abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
  6. Certa ou errada, nem sempre concordei com a minha mãe e os meus filhos tb nem sempre concordam comigo. Hmmm....

    ResponderEliminar