quarta-feira, 7 de maio de 2014

Está nos livros (4)




"Não tardará muito terei cumprido setenta e tantos anos; continuo a dar aulas de Inglês a uns poucos alunos. Por indecisão, ou por negligência, ou por outra razão, não me casei, e agora estou só. Não me dói a solidão;bastante esforço é tolerar-se a si própria e às suas manias. Noto que estou envelhecendo; um sintoma inequívoco é o facto de que não me interessam ou surpreendem as novidades, talvez porque noto que que nada essencialmente novo há nelas e não passam de tímidas variações. Quando era jovem atraíam-me os crepúsculos, os arrabaldes, a desdita; agora , as manhãs do centro e a serenidade. Já não faço de Hamlet"

( Jorge Luis Borges in "O Livro de Areia" , O Congresso)

11 comentários:

  1. Estou idosa oficialmente, mas com mente sã. Ainda gosto de muita coisa que gostava, embora esteja mais calma. Casei, divorciei, estou só na terrinha, pensando mudar-me para a civilização ,mas não queria ser personagem de Hamlet!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. A serenidade é talvez uma das melhores coisas da vida é pena que só chegue na velhice....

    ResponderEliminar
  3. ~ Sem ter participado de um "Congresso do Mundo", há que lutar tenazmente contra a melancolia e, mesmo sem ser um vingador ou ajustador de contas, é importante continuar sempie participativo e ativo. ~

    ResponderEliminar
  4. Com 57 anitos não posso, nem quero considerar-me velha, felizmente que a minha mente está sã, já estive só, infelizmente viuvei muito jovem, refiz minha vida, valeu a pena, caso contrario preferia estar só, do que acompanhada e sentir-me só, admito que a solidão foi um dos piores inimigos.

    beijinho e uma flor

    continuo ausente, não é fácil escrever com a mão esquerda.

    ResponderEliminar
  5. Não conheço o livro, mas gostei da citação... :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Vivo há trinta anos sózinha e continuo a ter como lema "antes só do que em má companhia"

    Com a personalidade que tenho, existem coisas que só morrerão comigo,embora outras já não me inquietem como inquietavam : todas as idades tem características boas e outras que nem por isso, rrss

    Do edíficio gostei imenso, porque presumo seja uma Biblioteca ...e fez-me lembrar a que vi em Nice, também muito original!

    Que tenhas excelente noite, meu amigo

    ResponderEliminar
  7. Treze histórias muito diversas, seguidas de um breve epílogo.

    Afinal, o Carlos anda a ler os contos de Jorge Luis Borges ou do Gabo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei a ler o Gabo, mas isso não me impede de citar o Borges, pois não, Ematejoca? :-))))
      Treze histórias muito diversas e quase todas muito interessantes...

      Eliminar
    2. Dois GRANDES nomes da literatura universal.

      Eliminar
  8. E o leitor está preso, enredado, enlaçado

    ResponderEliminar
  9. eu só tenho 30 e às vezes penso se a afirmação de que 'a solidão não dói' não é uma grande mentira. deve doer, temo um dia ter que usar a expressão por afirmação social, para tranquilizar os mais próximos ou para me enganar a mim própria como tenho tantas vezes ouvido dizer...

    ResponderEliminar