terça-feira, 24 de junho de 2014

O Oitavo Selo


Num  dia  do longínquo ano de 1856, na Guiana Inglesa, houve necessidade de criar à pressa um selo. Foi impresso em papel de fraca qualidade e, para o validar, alguém fez um rabisco à pressa. Valia então um cêntimo de dólar.
O selo percorreu sete países e foi parar às mãos de um magnata, que acabou na prisão, depois de ter assassinado um campeão olímpico de luta livre.
Abandonado à sua sorte depois da morte do magnata, o selo foi  resgatado pela Sothebys. Leiloado a semana passada, rendeu a módica quantia de 20 milhões de dólares ( quase 15 milhões de euros).

2 comentários:

  1. Os luxos e raridades são para quem poooooooooooooooooooooooooode!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Muito dinheiro que só quem o tem se pode dar ao luxo de o gastar desta maneira.
    O selo só tem 100 anos a mais do que eu, ;)

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar