quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Reciprocidade

A vantagem de ter uma professora de mandarim, com a metade da nossa idade, é a reciprocidade. Enquanto ela  me ensina a língua de Confúcio, eu ensino-lhe coisas que sei sobre a vida. Mas há um problema... é que ela ensina-me algo comprovadamente certo, enquanto eu lhe ensino coisas que podem estra distorcidas, porque a vivência é ainda mais subjectiva do que a interpretação da História. 

6 comentários:

  1. Sendo assim... trata-se de uma reciprocidade distorcida. : )

    ResponderEliminar
  2. Ni hao ma, Carlos, sheng shang?? :)))
    Zayjian!!

    ResponderEliminar
  3. ~ Tanto a História, referente a factos relevantes, como os factos de uma vida pessoal, dependem da interpretação de um autor, pelo que, penso que são, nos dois casos, subjetivos.

    ~ ~ ~ Um fim de semana agradável e aconchegante. ~ ~ ~
    ~ ~

    ResponderEliminar
  4. É sempre salutar a troca de experiências....

    Bom final de semana, amigo :)

    ResponderEliminar
  5. Ambos saem mais ricos dessa reciprocidade.

    beijinho amigo Carlos tenha um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Partilham experiências...mais ou menos correctas!!!

    Beijinhos,.

    ResponderEliminar