sexta-feira, 24 de abril de 2015

Memórias de Goa


Há dias, a propósito deste post sobre praias de Goa, prometi contar uma história acontecida na bela praia de Colva, no início da década de 90.

Não era a primeira vez que ia a Goa, mas foi a primeira vez que lá fui com um grupo de jovens portugueses. Na circunstância, um grupo de finalistas do curso de Direito da Universidade de Macau. Alugámos alguns carros e partimos à descoberta da ilha. Era Abril e estava um calor tórrido. Os que iam comigo propuseram uma paragem em Colva para beber qualquer coisa. Ficámos algum tempo à conversa, a praia estava deserta e a água convidava a um banho. Tinha comido uma bela carilada de caranguejo e não arrisquei.

Fiquei na esplanada com um dos alunos, mas as duas raparigas que iam connosco decidiram mesmo experimentar a água. Ficámos os dois à conversa. Passados uns minutos, olhei para a praia e vi uma multidão de homens formando um círculo. Imaginei de imediato a cena mas ainda não tinha tido tempo de comentar, quando vejo as duas a sair da praia em grande correria. Traziam as toalhas enroladas no corpo e quando chegaram ao pé de nós, ofegantes, nem as deixei falar. Apenas disse:
Quem vos mandou estenderem-se na areia em biquini?

Claro que uma cena destas hoje em dia será improvável de ocorrer mas, naquela época, em que o turismo europeu ainda não descobrira as belezas de Goa, duas mulheres jovens ( e não por acaso belíssimas) estendidas no areal de Colva em biquini, não era um espectáculo comum para os indianos de Goa.

9 comentários:

  1. A minha irmã vai visitar a Índia este outono e Goa é um dos locais que vai visitar. Por via das dúvidas, vou-lhe dizer para não se deitar ao sol de biquini... :)))

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Que engraçado. Se fosse comigo, ficava cheia de vergonha.

    ResponderEliminar
  3. Como os tempos mudam meu amigo.

    beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. ... "era um biquíni de bolinha amarelinha tão pequenininho
    Mal cabia na Ana Maria
    ...tão pequenininho
    que na palma da mão se escondia ..."
    Não faz muito tempo e já era assim ,Carlos
    Hoje pode acontecer parecido mas são as 'raparigas' que os convidariam ...
    :-))
    bom domingo

    ResponderEliminar
  5. É por isso que é importante ler um pouco sobre a cultura dos países que se visita... Mas não pude deixar de rir a imaginar a cena, digna de filme :)

    ResponderEliminar
  6. Elas é que foram muuuuuito totós, Carlos :)))

    ResponderEliminar
  7. Eu fiquei com vontade de ir!

    Uma boa semana, beijinho *

    ResponderEliminar
  8. Eu e a minha irmã mais velha íamos sendo excomungadas nos anos 60, quando viemos cá, de férias . O meu avô paterno tinha casa de praia em Cortegaça e ia desmaiando quando nos viu em FATO de BANHO...imagino se fosse biquíni!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar