quinta-feira, 11 de junho de 2015

Mendigos



Enfrentando o calor do início da tarde daquela sexta-feira, arrastava-me lentamente pela Avenida da República.
Dois mendigos  estavam sentados nas escadas da  Caixa Geral de Depósitos. Conversavam animadamente e, de quando em vez, agitavam os recipientes metálicos onde os passantes depositam as esmolas, fazendo ouvir o tilintar das moedas.
Enquanto levantava dinheiro na caixa multibanco, fui ouvindo a conversa.
- Mas tens medo de morrer porquê?
- Eu sei lá o que vou encontrar do outro lado. E se ainda for pior do que aqui?
- Pior não deve ser. E se for ( apontando em direcção a uns carros pretos com motorista que tinham entretanto parado junto ao ministério da economia), já vamos mais habituados do que esses ricaços.
-Queres-me convencer que não tens medo da morte? Se algum dia estiveres no meu estado vais ver se não tens medo…
- Mas medo de quê? Nunca matei ninguém, não roubei , não sou  podófilo (sic) e sempre tratei bem as mulheres, porque é que devo ter medo?
- Achas que nós temos direito a outra vida? Gostava de experimentar como é ser rico.
- Eu não. Isso deve dar muito trabalho. E já reparaste que ninguém gosta dos ricos? Se cá voltar, só quero que as pessoas gostem de mim e me tenham respeito.

5 comentários:

  1. Aí está um mendigo com carácter e dignidade, qualidades que nenhum dinheiro do mundo compra...porque não se vende! Nem para aparentar que se tem!!

    O mais triste é que ninguém respeita nem gosta de pobres!

    Pobre mendigo que nem noutra encarnação vai ser feliz!!

    Janita

    ResponderEliminar
  2. Mendigo que não pede muito, Carlos.
    Carinho e respeito.
    O mínimo, diria eu.

    ResponderEliminar
  3. Uma conversa quase filosófica,Carlos! :)

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Concordo com a Teté, é uma conversa de cariz filosófico :)

    ResponderEliminar
  5. Uma conversa pouco real. Um mendigo a não querer ser rico? Talvez!...continuar pobre?...não creio. Talvez remediado!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar